Você sabe que não precisa de nada para ser feliz né!?

outubro 24, 2017

Aqui, encontrando várias lembranças palpáveis e vendo várias fotos tive muita certeza de que a gente não precisa de nada para ser feliz. 
Ser feliz é questão de ser, é olhar em volta, para a família que você tem, para os amigos, os amores, as flores... E viver. Agradecer por estar aqui. Papai do céu nos deu esta vida, para sermos felizes e passarmos por ela grandiosamente, pelos que estão e pelos que já foram. Eu vou fazer esta vida valer a pena, sempre tive Deus ao meu lado e pessoas que me amam e me apoiam ao meu redor. Vou sempre espalhar amor e tudo de bom que eu puder, essa escolha é minha. Você pode escolher também. 
Quer uma dica? Escolha o bem.
Nunca gostei de mudanças, mas com o tempo fui percebendo que elas acontecem para nos fazer evoluir... Procure guardar para si tudo de bom que cada momento te oferece por mais difícil que pareça. Sigo forte e positiva, porque vim para dar o meu melhor e é assim que sempre vai ser.
Que a gente não perca e esperança de ver o bem por aí, que a maldade humana não estabeleça uma barreira em nós nos impedindo de tentar, de arriscar, de se entregar. Que a nossa luta diária seja pra manter nossos valores e crenças. Que nada passe por cima daquilo que acreditamos ser o certo, o bom.. que fazer pelo outro seja um ato sem expectativas de retorno. Que abdicar da nossa melhor versão seja um hábito de amor e não de interesses. E tá aí, que nossos interesses sejam em sentimentos e não em coisas. Quero nos ver evoluindo ao invés de retroceder. E espero que todos tenham esse sentimentos que os façam sair da zona de conforto.

Todas as vezes que você se dá o luxo de ficar de saco cheio e desiste de continuar a lutar pelo que quer, uma parte do seu futuro que você jamais vai conhecer imediatamente morre. Então não desista: transforme cada desafio e cada dificuldade em motivação. O sabor da conquista compensará toda a dedicação, o esforço e os riscos assumidos.

Obrigada pela visita, volte sempre!

2 comentários

  1. realmente é por aí...gostei muito do texto e refleti bastante sobre o assunto...

    ResponderExcluir